top of page
  • Foto do escritorCanal Sonho Grande

Princípio de Pareto (regra 80/20): O que é e como aplicar

Atualizado: 11 de abr. de 2023

O que é o Princípio de Pareto


O Princípio de Pareto, também conhecido como regra 80/20, afirma que 80% dos efeitos (resultados) são gerados por 20% das causas.


Por exemplo, se analisarmos a quantidade de ocorrência de defeitos na produção de uma fábrica, veremos que aproximadamente 20% de todos os tipos de defeitos representam 80% dos defeitos totais.

principio de pareto - regra 80/20
Principio de Pareto 80/20

Esse princípio obviamente não é uma regra exata, mas é um ótimo parâmetro para focarmos no que realmente interessa. Sabendo exatamente quais são os 20% que geram os 80% dos resultados sabemos onde devemos investir nosso tempo e recursos para melhorarmos.


Não é incomum a ocorrência de longas reuniões em que são discutidos possibilidades de melhorias em pontos com baixo impacto, tornando esse conceito ainda mais relevante de ser aplicado.


ebook ciclo pdca pdf

Como aplicar o Princípio de Pareto (regra 80/20)


Esse princípio pode ser usado de formas diferentes para o negócio. Abaixo listamos dois exemplos em que pode ser aplicado.


Regra 80/20 para gastos


Supondo que uma empresa esteja levantando todos os gastos previstos para 2022 e perceba que, ao somar todo o valor da primeira versão do orçamento, está 15% acima do limite.


Ao invés de simplesmente escolher aleatoriamente qualquer linha de gastos para reduzir o valor, a melhor opção é agrupar as linhas de gastos conforme a natureza e ordená-las em ordem decrescente, assim teremos 20% das linhas geradoras dos 80% dos gastos.


Partir do grupo de gastos mais representativo irá facilitar e agilizar o processo de revisão do orçamento para 2022, pois é muito mais fácil na maioria das vezes reduzir R$ 10 mil de R$ 100 mil do que de R$ 30 mil.


Regra 80/20 para receita


De mesma forma ocorre para a geração de receita da empresa. Despender tempo em discussões e dinheiro em estratégias de marketing para produtos que geram pouquíssimo resultado para a empresa (e que não tem potencial claro de crescimento), ou seja, não fazem parte dos 20% que geram ou podem gerar 80% da receita, não faz sentido.


Obviamente que decidir investir tempo e recursos em algum produto depende também de outros fatores como os custos fixos e variáveis atrelados e o crescimento e tamanho do mercado.


Caso queira se aprofundar sobre o tema recomendamos o post sobre a Matriz BCG, um framework que ajuda a avaliar o potencial de cada produto e a priorizá-los.


Como visualizar a regra 80/20 através do diagrama de pareto


Juntamente com esse princípio há o diagrama de pareto, um gráfico tradicional que nos auxilia a identificar a representatividade e importância de cada item que estamos analisando.


diagrama de pareto exemplo
Diagrama de Pareto

As colunas são basicamente os efeitos individuais de cada uma das causas ordenados de forma decrescente. Enquanto que a linha é o somatório acumulado desses efeitos.


Perceba que ao montarmos o Diagrama de Pareto conseguimos visualizar de forma clara o valor absoluto de cada uma das causas assim como o valor acumulado em porcentagem, facilitando muito a identificar que as 3 primeiras causas (20%) representam 80% do resultado.

Comentários


bottom of page